Pesquisar este blog

Páginas

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Vídeo de abertura - Regionalização - Diversidade - Cultural

1º Dia :
Assistir ao vídeo proposto, observando os detalhes principais. Após a visualização construir uma pequena reflexão, fazendo um relato/crítica sobre o vídeo.
Utilizar o word ou outro editor disponivel, fonte arial - 12, espaçamento 1,5 entre as linhas com parágrafo justificado.
Último passo da atividade, enviar para patricia_pedrini@hotmail.com, para o relato ser publicado no Blog ou se preferir poste em comentários. O tempo limite para a realização  é até o dia:08/06(quarta-feira).
Segue o link do vídeo:

http://pattifes.blogspot.com/2010/11/regionalizacao-x-diversidade-cultural.html

4 comentários:

  1. Inclassificáveis
    Arnaldo Antunes
    Composição : Arnaldo Antunes e Chico Science
    que preto, que branco, que índio o quê?
    que branco, que índio, que preto o quê?
    que índio, que preto, que branco o quê?
    que preto branco índio o quê?
    branco índio preto o quê?
    índio preto branco o quê?
    aqui somos mestiços mulatos
    cafuzos pardos mamelucos sararás
    crilouros guaranisseis e judárabes
    orientupis orientupis
    ameriquítalos luso nipo caboclos
    orientupis orientupis
    iberibárbaros indo ciganagôs
    somos o que somos
    inclassificáveis
    não tem um, tem dois,
    não tem dois, tem três,
    não tem lei, tem leis,
    não tem vez, tem vezes,
    não tem deus, tem deuses,
    não há sol a sós
    aqui somos mestiços mulatos
    cafuzos pardos tapuias tupinamboclos
    americarataís yorubárbaros.
    somos o que somos
    inclassificáveis
    que preto, que branco, que índio o quê?
    que branco, que índio, que preto o quê?
    que índio, que preto, que branco o quê?
    não tem um, tem dois,
    não tem dois, tem três,
    não tem lei, tem leis,
    não tem vez, tem vezes,
    não tem deus, tem deuses,
    não tem cor, tem cores,
    não há sol a sós
    egipciganos tupinamboclos
    yorubárbaros carataís
    caribocarijós orientapuias
    mamemulatos tropicaburés
    chibarrosados mesticigenados
    oxigenados debaixo do sol

    ResponderExcluir
  2. Olá Patrícia e Rita

    O Vídeo mostra a realidade da diversidade do Brasil, mas sem perder a valorização. Cada um é especial como é, e, essas diferenças e peculiaridades é que enriquecem nossa cultura. Essa peculiaridade, não podemos perder.
    Levany

    ResponderExcluir
  3. Náysa e Sérgio8 de junho de 2011 16:53

    Regionalização e Diversidade Cultural

    Náysa Taboada Silva Alvarenga
    Sérgio Henrique Cerqueira Costa

    Não muito distante, na própria comunidade local é perceptível a grande diversidade de gêneros, raça e cultura, existentes dentro de um pequeno grupo. Ampliando este horizonte as diferença vão aumentando cada vez mais. Mas o que vem a ser diversidade? De acordo com o dicionário do Aurélio: 1. diferente, distinto. 2. Vário, variado. 3. Mudado, alterado. 4. Discordante, divergente.

    Analisando a citação exposta no vídeo de Vevelt (...) todos somos diferentes. Essa diversidade é a nossa maior riqueza” é que se reflete o quanto ainda é preciso sensibilizar a sociedade a reconhecer tais diferenças, e principalmente valorizá-las afim de lucrar com esta situação. A aprendizagem pela interação e o acervo cultural pessoal e profissional, só vem a crescer se utilizarmos dessa regionalização democrática para avançarmos não apenas socialmente como paralelamente de forma pessoal e profissional.

    A diversidade cultural refere-se aos diferentes costumes de uma sociedade, entre os quais podemos citar: vestimenta, culinária, manifestações religiosas, tradições, entre outros aspectos. O Brasil, por conter um extenso território, apresenta diferenças climáticas, econômicas, sociais e culturais entre as suas regiões.

    Os principais disseminadores da cultura brasileira são os colonizadores europeus, a população indígena e os escravos africanos. Posteriormente, os imigrantes italianos, japoneses, alemães, poloneses, árabes, entre outros, contribuíram para a pluralidade cultural do Brasil, de onde cada vez mais nosso país segue rumo a democratização social, porém com muito a avançar politicamente.

    Referências:

    FERREIRA, Aurélio B. de Hollanda. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.
    http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/diversidade-cultural-no-brasil.htm
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Diversidade_cultural

    ResponderExcluir
  4. A proposta do vídeo fortalece a importância de resgatarmos a identidade sócio-étnico-cultural presente em cada um de nós, compreendendo que fazemos parte de uma comunidade, onde não devemos ser diferenciados pela cor de nossa pele ou pela textura de nosso cabelo.Somos iguais, livres, sujeitos aos meus deveres e merecedores dos mesmos direitos. Devemos conviver com harmonia, respeitando as diferenças que nos tornam únicos em nossa essência e singularidade.Tal atitude nos conduzirá a plenitude do exercício da cidadania, onde admoestar o próximo quanto as suas limitações, só o aproxima da escuridão do preconceito e da brutalidade.
    Um abraço
    Jansen

    ResponderExcluir